O melhor da tradição literária romântica II

January 16, 2010 at 8:57 pm (Livros/BD/revistas)

A mulher que me amar há-de ser infeliz por força; a que me entregar o seu destino há-de vê-lo perdido. Não quero, não posso, não devo amar a ninguém mais.

Carlos em Viagens na Minha Terra de Almeida Garrett, 1846

É claro como água que Carlos amou demais e qual Ícaro, deu-se a sua queda.

1 Comment

  1. Susana said,

    Os primeiros dois links em Críticas não abrem.😦

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: