Onde se encontra uma raridade da ficção científica

January 18, 2009 at 2:15 pm (Cinema e TV, Diário da Cinemateca, Strange Land)

catalogo-0031

Capa do catálogo da Cinemateca de FC, La Ville Entière de Max Ernst

Num incrível golpe afortunado em que os deuses alfarrabistas me decidiram abençoar com uma prenda vinda do mais alto céu, vi com estes meus olhos descrentes o catálogo da Cinemateca de Ficção Científica do ano 1984 e adquiri-o pela módica quantia de 20 euros na Livraria Antiquária do Calhariz. Nunca na minha existência sonhei sequer em obtê-lo pelo que ainda não consigo acreditar que é meu.

Para quem não conhece a história deste catálogo, trata-se de uma raridade absoluta, da qual só vi a capa pela primeira vez neste post. No ano de 1984, a Cinemateca Portuguesa organizou um ciclo de cinema de ficção científica em conjunto com a Fundação Calouste Gulbenkian e com o apoio de várias Embaixadas e instituições culturais por ocasião da data de 1984, consagrada na obra de George Orwell.

catalogo-009

Representou o auge de qualquer actividade organizada em prol da ficção científica em Portugal, dando origem a um catálogo brutal em peso e qualidade de 500 páginas, numa edição de 2000 exemplares que esgotou nas semanas subsequentes ao ciclo. O ano em si, o ano de 1984 de George Orwell,  torna o catálogo ainda mais valioso, mas os textos acompanhados de imagens sobre a história da FC em cinema e os seus mais consagrados cineastas são o que dão consistência e profundidade ao objecto, conferindo-lhe um valor histórico em Portugal.

Ainda não tive a oportunidade de ler os textos, mas destaco desde já um da autoria do João Barreiros sobre a literatura de FC, acompanhado de uma bibliografia de livros recomendados dividida em temáticas. Reproduzo em baixo um excerto:

Porque ler FC, mergulhar no prazer degustativo que ela pode outorgar, desperta em nós como que uma sede de imaginário que nunca será saciada. É a porta aberta a racionalização do mito, a uma visão de eternidade que transcende o fim temporal das nossas consciências, pois lê-se sempre algo mais capaz de superar aquilo que já foi lido.

Está tudo ali. A explicação racional do maravilhoso, o gosto do bom texto que se revolve na boca como um caramelo, a acção, principalmente um livro onde coisas acontecem, onde as personagens agem, pensam e se transforma, onde mitos, religiões, filosofias, tecnologias, ecologias e sociedades crescem e se desenvolvem como cristais. É uma dinâmica que se instaura em cada frenético consumir de páginas, um desejo que desperta, e também, mas não se preocupem, um resquício agre-doce de uma forma nunca completamente satisfeita.

A Ficção Científica como Tema e Problema, João Manuel Barreiros

catalogo-011

Há certamente mais para dizer sobre este livro, mas quero prestar-lhe primeiro uma leitura atenta. E penso que seria interessante reproduzir neste blogue a bibliografia de livros de ficção científica na altura recomendada pelo João Barreiros, se me for permitido pelo autor.

Não posso deixar de reparar que decorreram 25 anos desde a realização desse ciclo da Cinemateca e a publicação do catálogo. Não será pertinente realizar uma iniciativa que comemore esta data e nos relembre este objecto e o longínquo ano de 1984 que representou não só uma apoteose, mas em que soou também o canto do cisne da FC em Portugal? Fica a sugestão.

10 Comments

  1. Francisco Norega said,

    Pois, desconhecia. Mas pareceu-me muito interessante ^^
    Fico à espera do post mais completo sobre o livro, e dessa lista😉

  2. Francisco Norega said,

    Btw, a partir deste post fui dar a um intitulado “Top de livros de ficção ciêntifica”. A certa altura, dizes: “Noutro post, irei colocar outras cinco obras que considero fundamentais para compreender e apreciar a literatura de ficção científica.”
    Queria encontrá-lo, pois gostei do primeiro, mas as minhas buscas ainda não deram resultados. xD
    Dás-me uma ajudinha?😛

  3. Safaa Dib said,

    Ainda não o encontraste porque ainda não foi colocado. A II parte do meu top de livros de ficção científica ainda está em rascunho. Tenho os títulos escolhidos, mas ainda não terminei os textos. Espero em breve colocar no blogue.

  4. Francisco Norega said,

    Ok😉 Boa sorte!

  5. LFS said,

    Que sorte! Estou a roer-me de inveja🙂 Alguma forma de te convencer a fazeres o scanning de partes do livro e colocares aqui? Uma raridade destas devia estar disponível na internet. Bjs e feliz aniversário!

  6. Safaa Dib said,

    Obrigado, Luís, e concordo que uma raridade destas devia ter mais excertos publicados na net.

    No mês de Fevereiro começarei a tratar de publicar excertos, e não brincava em relação a ser organizado um pequeno evento em torno deste catálogo. Estou a pensar em tratar disso com o Pedro, uma vez que a ideia é dele.

  7. Recomendações de ficção científica por João Barreiros « Stranger in a Strange Land said,

    […] a lista de obras literárias de ficção científica recomendada por João Barreiros que surgiu no catálogo da Cinemateca Portuguesa de 1984 dedicado a cinema de FC. A lista encontra-se dividida por várias temáticas: SPACE OPERA, O IMPACTO DE NOVAS TECNOLOGIAS, […]

  8. danielpoeira said,

    Já tive a oportunidade de folhear esse catálogo diversas vezes, e é realmente maravilhoso… pena que não o reeditaram e seja tão difícil de encontrar!

  9. Pedro Travels said,

    Por acaso tive a sorte de assistir ao ciclo na Gulbenkian. E ainda tenho o livro comigo.
    Grandes filmes, uns já tinha visto outros não.
    Recordo-me da estreia do Solaris, produção russa.

  10. Fernando Soares said,

    tenho um em perfeito estado alguem quer comprar ?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: