Viagem ao País das Rosas

December 12, 2007 at 11:42 am (Livros/BD/revistas, Strange Land)

No dia 6 de Dezembro tive oportunidade de participar no lançamento do novo livro de Adalberto Alves, lançado pela editora Ésquilo, Irão, Viagem ao País das Rosas. O livro tem uma particularidade que o distingue entre os demais: consiste numa edição bilingue, português e persa, estando a tradução para o persa a cargo da Prof. Sépideh Radfar. O resultado é uma edição gráfica belíssima composta por gravuras persas clássicas, acompanhadas pelas aguarelas da pintora Isabel Ferreira da Silva.

Na apresentação do livro estiveram presentes o Sr. Mohammad Mehdi Mokhtari, o actual Encarregado de Negócios e chefe de Missão da Embaixada do Irão em Lisboa, Dra. Sépideh Radfar, autora da versão farsi, Dr. Luís Raposo, Director do Museu Nacional de Arqueologia, Isabel Ferreira de Silva, autora das aguarelas, o editor da Ésquilo, Paulo Loução e, claro, o Mestre Adalberto Alves.

Adalberto Alves é autor de uma vasta produção na área de estudos orientais, em particular, a poesia árabe, luso-árabe e persa. É graças à sua contribuição e esforços que hoje podemos apreciar várias edições de poesia árabe clássica na língua portuguesa, do qual destacaria os livros Ibn’ Amar Al-Andalusi, Al-Mu’tamid – Poeta do Destino, As Sandálias do Mestre e O Meu Coração é Árabe. Mais recentemente, a sua colaboração com a editora Ésquilo deu à estampa Portugal e o Islão Iniciático, sobre a influência do sufismo na produção literária árabe na Península Ibérica.

Irão, Viagem ao País das Rosas resultou de uma viagem de Adalberto Alves ao Irão, a terra de grandes poetas místicos persas como Ferdowsi, Attar, Rumi e Omar Khayyam. Inspirando-se na poesia persa da Antiguidade, o autor presta o seu tributo e celebra os laços de amizade intercultural com um país outrora detentor de uma civilização e história excepcionais.

Prestei a minha modesta contribuição na sessão de lançamento deste livro, declamando a poesia de Adalberto Alves na língua portuguesa, acompanhada pela música do saltério persa tocado por Imani Ferdoss. Já há muitos anos que não declamava textos, desde os meus tempos de escola, e foi um prazer voltar a fazê-lo (acho que me saí bem!) por convite da prof. Radfar, colega e amiga.

Foi uma noite certamente muito exótica e cativante para quem quis ficar a conhecer um pouco mais a cultura persa/iraniana que se fez representar ao seu melhor.

Em relação ao saltério, confesso que é um instrumento musical muito curioso e à falta de palavras para descrever o seu som, podem apreciar neste vídeo um excerto musical que foi gravado precisamente na sessão de lançamento do livro que decorreu na sala nobre do Teatro D. Maria II, na presença de cerca de 300 pessoas.

1 Comment

  1. Ariana R. said,

    Caríssimo Blogger,

    Chamo me Ariana e sou portuguesa. Nos últimos dois anos tenho vindo a desenvolver uma atracção misteriosa pelo Irão, o que me leva a querer muito explorar este livro. Infelizmente, a editora faliu e não consigo encontrar exemplar algum em Lisboa…Ainda hoje estive às voltas na Feira do Livro, mas sem sucesso.

    Vinha então perguntar-lhe se estaria interessado em mo mostrar, e possivelmente partilhar em pessoa conhecimentos sobre este país que tanto me fascina.

    Deixo lhe um email informal através do qual poderei dar em privado mais detalhes pessoais:
    aryparaxute@hotmail.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: