Um facto da vida

July 16, 2006 at 11:08 am (Strange Land)

Guerra regional, é o que muitos apelidam a recente crise no Médio Oriente. O que é uma piada hilariante.

Supondo que Síria, Irão e Israel desistem da ideia de usar o Líbano como campo de batalha para os seus ódios infernais e interesses duvidosos, e decidam passar a uma confrontação directa, digamos, isto jamais se limitará a um conflito regional. Isto já não é sequer um conflito meramente regional, entre vizinhos que se odeiam. Há aqui coisas em jogo que ultrapassam meras questões de território ou soldados. E os Estados Unidos have many dirty fingers in many pies. Basicamente é um conflito que irá brevemente tomar proporções de mini-guerra mundial em solo libanês e rapidamente alastrar-se.

De qualquer forma, que Israel tenha cometido um ataque ilegítimo a um estado de direito perante a complacência e passividade de uma comunidade internacional nunca foi motivo de verdadeira surpresa, por mais raiva e impotência que isso provoque. Líbano apelou à comunidade internacional, mas perfeitamente cientes de que não era mais do que um gesto inútil e a tresandar a farsa. ONU é um belo símbolo de traição dos valores que era suposto representar aquando a sua criação e agora não é mais do que um representante de corrupção passiva e activa. Nada de novo então.

Ver o Líbano como uma presa nas mãos destes abutres, isso sim é que dói e entristece. Às vezes penso que era melhor que todos se decidissem por uma guerra pura e dura de uma vez por todas, em vez de se ocultarem por trás de manobras cínicas e hipócritas. Mas nunca terminaria aí.

Alguns deles desejam tanto a destruição do Estado de Israel seja quais forem os meios utilizados, e para quê? Para impôrem novas fronteiras e novos mapas geo-políticos? Hezbollah está a lutar pela preservação de interesses que estão longe de pôr o Líbano como prioridade. Querem destruir o estado de Israel? Se em quase 60 anos ninguém conseguiu, não é agora que o vão conseguir. Mas não quero que haja dúvidas. Não apoio o estado de Israel e as suas políticas. Não suporto a máquina de dinheiro e a imagem ideológica que construíram em redor do Holocausto e que desonra a memória de todos os judeus vítimas dessa guerra (sobre este assunto, recomendo a leitura de A Indústria do Holocausto de Norman Finkelstein) e certamente não apoio a guerra contra o terrorismo liderada pelos americanos. Mas encostada à parede por dois diabos, uma pessoa interroga-se onde raio foram parar os anjos.

O problema é que Hezbollah nunca poderá ser destruído sem destruirem a nação primeiro. Para qualquer outro país, seria quase impossível essa dura tarefa de reconstrução. Mas os libaneses por mais de 2000 anos conviveram de perto com violência e morte; desde o rasto destruidor de Alexandre, o Grande, pelo Levante incendiando tudo à sua passagem, até ao domínio otomano por mais de 400 anos, passando pela ocupação francesa no séc. XX, não contando os vários terramotos que destruíram a cidade e a fome a que a região foi submetida durante as duas Guerras Mundiais, culminando numa sangrenta guerra civil, penso ser relativamente seguro dizer que sobreviveremos mais uma vez.

Erguemo-nos sempre das cinzas e ruínas. Sempre. É um facto da vida.

Mas por agora, o futuro que se avizinha é mais negro do que muitos pensam.

Se fosse no Líbano, não sei se teria problemas por exprimir esta opinião de forma pública. Do que tenho visto e lido, todos sentem o mesmo, cansados desta violência incessante e indesejada. E muitos começam a compreender que isto não é mais uma questão de deslealdade para com o Hezbollah, pois existe uma diferença entre dissidência e deslealdade. Algo que os americanos ainda não chegaram a compreender em relação à política de Bush.

(Para os que se assustam com os posts de crescente teor político, descansem que o blogue ir-se-á manter acima de tudo como um blogue pessoal dedicado ao género fantástico.)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: